Skip to content

SOBRE NÓS

PARTICIPAMOS NO DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÓMICO DE MOÇAMBIQUE

A HIDROELÉCTRICA DE CAHORA BASSA

A Hidroeléctrica de Cahora Bassa S.A é uma empresa moçambicana com o mandato de explorar o aproveitamento hidroeléctrico da Barragem de Cahora Bassa desde Junho de 1975. Com a concretização da primeira fase Oferta Pública de Venda (OPV), em 2019, que consistiu na venda de 4% das acções, o Estado moçambicano passou a deter 85% do capital social, a REN 7,5%, os cidadãos, empresas e instituições moçambicanos 4% e a sociedade HCB 3,5% de acções próprias, prevendo-se a venda destas pela HCB em data ainda por determinar. A reversão, ocorrida em 27 de Novembro de 2007, propiciou a implementação de uma nova visão da Empresa que procurou conjugar os elementos que reproduzam as aspirações da sociedade em relação a HCB, e pode exigir, que seja o papel da Hidroeléctrica de Cahora Bassa como um dos mais importantes catalisadores do desenvolvimento nacional e impulsionadores da matriz energética nacional e regional.

Veja o organigrama da HCB

A NOSSA VISÃO

Ser empresa de referência internacional, impulsionando decisivamente o desenvolvimento da matriz energética nacional e regional

A NOSSA MISSÃO

Explorar com excelência o empreendimento de Cahora Bassa e contribuir para a expansão do aproveitamento do potencial energético do País, competindo nos mercados interno e regional, de modo sustentável e socialmente responsável

OS NOSSOS VALORES

ESPÍRITO DE EQUIPA

Estamos unidos nas nossas diferenças o que nos torna mais fortes. Cada um de nós está comprometido com o mesmo objectivo: o compartilhar positivo de conhecimentos, experiências e recursos; sintetizando o espírito de unidade e assistência mútua

Nossos Princípios: Abertura e Respeito Mútuo

EXCELÊNCIA

Abordar todas as tarefas com precisão, competência, inovação e criatividade, resultando em sucesso contínuo

Nossos Princípios:
Pontualidade, Compromisso, Eficiência, Respeito, Competência, Disciplina

INTEGRIDADE

Todo o comportamento é guiado pela lealdade, responsabilidade, transparência, imparcialidade e honestidade; tratar nossos colegas, clientes, fornecedores e parceiros da mesma maneira que gostaríamos de ser tratados

Nossos Princípios:
Transparência, Retidão, Honestidade, Imparcialidade

ORGULHO

Nossa paixão pelo trabalho e os nossos altos padrões profissionais permitem que nossa marca transcenda fronteiras - expressamos dignidade pessoal, honra e realização coletiva em tarefas cotidianas

Nossos Princípios:
Reputação, zelo, prestígio

RESPONSABILIDADE

Expressamos disciplina e entusiasmo em todas as tarefas que nos são confiadas, e somos responsáveis ​​por nossas acções e resultados à medida que crescemos e evoluímos como organização

Nossos Princípios:
Racionalização, Confiança

INOVAÇÃO

Somos criativos e continuamente exploramos soluções e alternativas competitivas, alternativas e tecnologias para inovar o que fazemos

Nossos Princípios:
Pesquisa, Melhoria Contínua

A NOSSA HISTÓRIA

A história da criação da HCB remonta desde 1956 com as primeiras visitas aos rápidos de Cahora Bassa. Contudo, é válido afirmar que, muito tempo antes, navegaram no Vale do Zambeze grandes exploradores dos quais podemos citar Levingston e Gago Coutinho. Cahora Bassa começa a erguer-se em 1969 com adjudicação da obra da construção do empreendimento ao consórcio ZAMCO e só em 1975 é criada a Hidroeléctrica de Cahora Bassa, SARL. Cerca de 30 anos depois, acontece em Moçambique um evento marcante, a Reversão de Cahora Bassa para o Estado Moçambicano, passando este a deter 85% do capital accionista contra os anteriores 18% (veja actual estrutura accionista). Está época foi marcada pela frase proferida pelo então Presidente da República, Armando Emílio Guebuza: "CAHORA BASSA É NOSSA".

Capital Humano

Na HCB o capital humano é “o factor” determinante para o elevado desempenho organizacional. Os desígnios da HCB assentam na atracção de colaboradores dinâmicos, ambiciosos e altamente especializados, bem como na valorização e no desenvolvimento dos colaboradores de forma a reforçar a cultura organizacional.
A HCB considera que o recrutamento interno é o seu método de recrutamento preferencial recorrendo ao recrutamento externo de forma a rejuvenescer o quadro de pessoal ou quando se pretende dotar a organização com novas competências A HCB assume o desenvolvimento do capital humano como uma orientação estratégica, por conseguinte, promove programas de desenvolvimento contínuo e progressivo, articulando-os com o plano de carreiras e sucessões. O plano de remuneração é competitivo e atractivo e assenta nas competências, experiência, habilitações literárias dos colaboradores. A HCB considera que a satisfação dos colaboradores é fundamental para a qualidade, produtividade e criatividade.